Skip to main content

Infelizmente o número de golpes via celular e internet tem aumentado, ainda mais nesse mais de um ano de pandemia do novo coronavírus. Agora precisamos estar mais atentos, pois o famoso golpe que rouba o perfil do WhatsApp agora pode burlar a autenticação de dois fatores.

O golpista liga para a pessoa, inventa alguma história (você foi sorteado, inscrição para curso, pesquisa do Ministério da Saúde e outros) e convence você a passar um código de seis números que chega via SMS no seu aparelho.

A opção da autenticação de dois fatores (uma segunda senha) era a solução, mas também há um jeito dela ser quebrada. 

Agora o ataque começa por uma ligação sobre pesquisa da Covid-19, por exemplo, e a pessoa pede ao entrevistado para informar o código. Caso tenha a autenticação, começa o segundo passo. 

O golpista liga novamente para a pessoa e se passa por membro da equipe de suporte do WhatsApp e informa que identificou uma atividade estranha na conta. Para solucionar o problema, ele pede que o usuário clique no link do e-mail que chegou na conta dele. O assunto é “Two-Step Verification Reset” (Redefinição da Verificação em Duas Etapas). O e-mail é do WhatsApp, mas usado pelo golpista para mudar e descobrir a senha da pessoa.

Os ataques são feitos via engenharia social, ou seja, convencem a vítima a passar dados via ligação telefônica.

Por isso, muita atenção quando receber uma mensagem ou ligação, nunca informe códigos ou dados pessoais.

Como cadastrar a autenticação em duas etapas

  • Clique no menu do WhatsApp (os três pontinhos localizados no canto superior direito)
  • Vá em “configurações”
  • Opção “Conta”
  • Clique em “confirmação em duas etapas”
  • Crie seu código/senha que será usado para a autenticação
Thais Helena Bento

Thais Helena Bento

Jornalista formada pela PUC-Campinas. Tem 24 anos e também atua como repórter esportiva do Jornal Correio Popular. Comunicativa, gosta de estar com a família e os amigos no tempo livre e valoriza muito as relações.