Skip to main content

O 5G chegará ao Brasil em 2022 e o número de cidades aptas a receber a tecnologia tem aumentado. Entre 23 de novembro e 1 de dezembro, foi registrado um aumento de 25% no número de municípios prontos. Antes eram 28 e agora são 35.

Estar pronto ou não na verdade está relacionado com a cidade ter uma legislação atualizada com as regras do 5G. Os dados são da Abrintel, a Associação Brasileira de Infraestrutura para Telecomunicações.

Por enquanto o estado com mais cidades prontas é o Rio de Janeiro, com 16 municípios. Esses locais precisam se adequar à lei Geral de Antenas, que possui normas de implantação da infraestrutura de redes de telecomunicações.

Outras capitais que estão com a legislação em dia são: Florianópolis, Brasília, Porto Alegre e Fortaleza. Já outras ainda não se organizaram: São Paulo, Belo Horizonte e Goiânia.

Segundo Luciano Stutz, presidente da Abrintel, a instalação de novas antenas não vai demandar um esforço tão grande: “O 5G não vai precisar apenas de estruturas de grande porte para ser instalado. Não será preciso um grande número de construções de infraestruturas novas, isso porque, predominantemente, a antena é menor e a instalação é mais rápida. A instalação também será feita em estruturas de grande porte, mas boa parte aproveitando as grandes estruturas já instaladas para o 4G”, disse.

A Anatel, Agência Nacional de Telecomunicações, determinou 31 de julho de 2022 como prazo final para que as empresas implementem o 5G nas capitais.

Thais Helena Bento

Jornalista de 24 anos formada pela PUC-Campinas. Já trabalhou na rádio CBN Campinas, Jornal Correio Popular, Canal Esportes Online, Rádio Brasil, Arquidiocese de Campinas e outros. É uma pessoa comunicativa, que gosta de estar com a família e os amigos e que valoriza muito o contato presencial.