Skip to main content

O Linkedin encerrou  os stories da plataforma. A ferramenta ficou disponível até o final de setembro, quando completou um ano de lançamento. 

Segundo Liz Li, diretora sênior de produto da plataforma, foi identificado que os usuários querem que os vídeos sejam fixos e que continuem no perfil.

“Ao desenvolver os stories, presumimos que as pessoas não gostariam de vídeos informais ligados aos seus perfis e que a efemeridade reduziria as barreiras que as pessoas sentem ao postar […] Acontece que vocês desejam criar vídeos duradouros que contem suas histórias profissionais de uma forma mais pessoal e que mostre sua personalidade e experiência”, disse.

Foto: Divulgação

Agora o Linkedin trabalha com a ideia de lançar novas ferramentas para vídeos.

O anúncio de encerrar os stories foi dado pela empresa dia 31 de agosto.

Twitter e Fleets

O Twitter também encerrou os stories há um tempo. O Fleets parou em julho de 2020 após a própria rede social informar que não houve grande interesse do público.

A ferramenta ficou no ar por oito meses, ou seja, desde novembro de 2020. Desde março do mesmo ano eram feitos testes no Brasil.

Thais Helena Bento

Jornalista de 24 anos formada pela PUC-Campinas. Já trabalhou na rádio CBN Campinas, Jornal Correio Popular, Canal Esportes Online, Rádio Brasil, Arquidiocese de Campinas e outros. É uma pessoa comunicativa, que gosta de estar com a família e os amigos e que valoriza muito o contato presencial.