Skip to main content

O STF (Supremo Tribunal Federal) abriu um inquérito para investigar um possível ataque hacker no site do órgão, que foi tirado do ar no dia 6 de maio. 

Isso foi feito após pedido da Polícia Federal ao ministro Alexandre de Moraes.

Nesse momento, a investigação sobre as causas da instabilidade do sistema segue em sigilo.

Segundo o portal G1, Moraes entende que o fato pode estar relacionado aos inquéritos sobre fake news e atos antidemocráticos. Será analisado também se o suposto ataque teve motivações políticas.

Segundo o site defcon-lab, quem acessou a plataforma foi o pesquisador conhecido como Tr4g1ck M3t4l1ck, que disse não ter divulgado nenhuma informação e que quis chamar atenção sobre as falhas de segurança.

“Segundo informações preliminares, somente dados públicos ou de características técnicas do ambiente foram acessados, sem comprometimento de informações sigilosas”, afirmou o STF.

O órgão informou também que o site foi retirado do ar após identificar um “acesso fora do padrão”. A Corte não passou mais detalhes, mas disse que o possível ataque foi contido e que eles garantiram a segurança das informações.

Foi apontado também que o site tem recebido mais acessos de não-humanos (robôs), comparando com períodos anteriores. Em grande parte, são robôs de empresas ou entidades que coletam dados públicos e que não demonstram perigo, mas nem sempre é possível identificar esses acessos para distinguir os lícitos dos ilícitos.

Thais Helena Bento

Thais Helena Bento

Jornalista formada pela PUC-Campinas. Tem 24 anos e também atua como repórter esportiva do Jornal Correio Popular. Comunicativa, gosta de estar com a família e os amigos no tempo livre e valoriza muito as relações.