Skip to main content

O distrito de Dang, a 1.200 km de Nova Delhi (capital da Índia), começou a proibir pessoas de tirarem selfies em pontos turísticos.

A ordem é do juiz distrital T.K Damor do dia 23 de junho deste ano. A regra é acompanhada também de alguns acidentes causados pela tentativa de tirar selfies, entre 2016 e 2020. Uma ação tão comum entre turistas que agora é perigosa e proibida na Índia.

O país registrou três mortes em Saputara, uma cachoeira famosa no distrito de Dang. Um estudante morreu afogado nesse local e um homem indiano caiu de uma colina.

“Pessoas, especialmente as mais jovens, na tentativa de tirarem uma boa selfie, podem acabar excedendo limites e se machucando. Muitos casos de pessoas caindo de um penhasco ou arrastadas por correntezas foram registrados no passado. Em alguns casos houve mortes ou pessoas ficaram feridas.”, disse o juiz.

Brasil tem mortes “por selfie” 

Nenhum local no Brasil proíbe que as pessoas tirem selfies, mas o país registra seis falecimentos por esse motivo.

Um homem tentou fazer a foto em Bertioga (SP) e morreu na encosta da praia, outro se afogou em Caldas Novas (GO) no Lago Corumbá e outra vítima caiu do topo da cachoeira do Campo dos Goytacazes, no Rio de Janeiro.

Em Salvador há uma lei de 2015 que proíbe o “pau de selfie” em eventos públicos.

Thais Helena Bento

Thais Helena Bento

Jornalista formada pela PUC-Campinas. Tem 24 anos, trabalha na rádio CBN Campinas e apresenta/participa do CBN Esportes. É comunicativa, gosta de estar com a família e os amigos e valoriza muito as relações.